Flight Report - TAP Portugal 139



Mais uma vez convidamos vocês a embarcar nessa companhia que já ganhou a simpatia dos mineiros - TAP Portugal. Nesse Flight Report, feito por Nicholas Nunes, vamos voar de Lisboa a Belo Horizonte a bordo do TP139.


Manhã do dia 7 de fevereiro de 2009, o sol nascia em Lisboa. Apresentei-me para check-in nos balcões 84-85, no Aeroporto da Portela, destinados naquele dia ao voo TAP139. Como ainda era cedo, o movimento estava tranquilo, sem fila, o que agilizou o processo. Após a passagem pelos controles de bagagem e de passaportes cheguei ao portão 18, o setor “brasileiro do terminal” (de onde saem os vôos para o Brasil). O dia, que amanheceu encoberto em Lisboa, surpreendeu com o sol no momento do embarque.


Convite ao embarque ...


... mas faltou combinar com os ônibus.


O pré-embarque foi iniciado sem problemas. Desci as escadas para pegar o ônibus até a aeronave, mas a fila parou. Ficamos “a esperar” o ônibus muito tempo, demorou bastante, mas finalmente ele chegou. Posso parecer rígido na avaliação do embarque, já que não era a TAP que controlava os ônibus, mas isso acabou refletindo de forma negativa. Finalmente fomos levados até o Airbus A330-200, matrícula CS-TOK, batizado “Padre Antônio Vieira”, escalado para o voo.


Airbus A320 CS-TMW "Luisa Todi".


Airbus A319 CS-TTC "Fernando Pessoa".


Airbus A330 CS-TOK, batizado de Padre Antônio Vieira.




Ao fundo mais posições remotas.


Pratt & Whitney PW4168A.


Assentos 33J e 33H.


Mapa de assentos do Airbus A330 da TAP Portugal.


Para completar o atraso, ainda aguardamos a resolução de problemas de bagagem, segundo a tripulação informou. A aeronave estava muito bem conservada por dentro. O CS-TOK é um ex - Austrian Airlines que não conta com um sistema de entretenimento tão bom quanto os novos A330 (CS-TOL, TOM, TON, TOO e TOP), mas em compensação oferece duas câmeras externas, onde é possível acompanhar decolagens e pousos. Em uma delas é mostrada a visão abaixo da aeronave durante o voo.


Ao nosso lado, o A330 CS-TOM "Vasco da Gama" também se preparando para a partida.


Finalmente, com alguns minutos de atraso o Airbus alinhou na pista 03 de Lisboa, deu potencia total nos seus dois motores Pratt & Whitney e iniciou uma longa corrida, gastando toda a pista. Na decolagem, da minha janela, pude ter uma maravilhosa vista da ponte Vasco da Gama e do parque das nações. Na sequência fizemos uma curva suave e alinhamos rumo ao Brasil. Minutos após a decolagem, foi iniciado o entretenimento de bordo, composto pelos filmes e pelos canais de áudio. Só faltaram os games dos novos aviões.


Ponte Vasco da Gama.


A subida foi tranqüila, cruzando com um avião militar e um A340 da LAN. Nossa aeronave manteve inicialmente a altitude de 37.000 pés e em seguida iniciou uma subida mais suave até 40.000 pés. Pouco depois, ao sobrevoar a ilha da Madeira foi servida a primeira refeição. Primeiro um aperitivo com amendoins e bebidas, seguido do prato quente, com as opções de novilho com arroz de cogumelos (a que eu escolhi) e bacalhau. A comida era boa, mas poderia ser um pouco mais saborosa ou mais temperada. Mesmo sendo classe econômica, os talheres eram de metal - ponto para a TAP.


Nossa primeira refeição, novilho com arroz.


Ilha da Madeira.


Passando sobre Cabo Verde, as janelas foram fechadas e as luzes foram apagadas para que os passageiros pudessem dormir. Até poderia ter tirado um bom cochilo, mas o assento não ajudou muito. O pitch é agradável mas o assento é um pouco apertado e poderia reclinar um pouco mais. Por não conseguir dormir muito, fiquei vendo os filmes. Antes de podermos abrir novamente as janelas nos foi servida água.

Chegando a Fortaleza, nosso ponto de entrada no Brasil, pudemos abrir a janela para observar a linda paisagem do litoral cearense depois de cerca de 6h30min de vôo. Fortaleza só pôde ser vista pela câmera que mostrava o ângulo de baixo, pois passamos bem em cima dela, uma pena. Pouco tempo depois foi possível ter uma bela vista de onde acredito ser a barragem de Sobradinho.


AirShow.


Chegando em terras brasileiras.


Faltando cerca de 1h30min para aterrissarmos em Confins, foi servido um delicioso sande de aipo com queijo, pasta de azeitona e salsichão. Realmente saboroso em relação ao almoço. O sanduíche foi acompanhado por uma barrinha de cereal numa embalagem muito simpática com uma imagem da Torre de Belém. Após a refeição foram também servidos café e chá.


Lanche vespertino. Esse sim, estava ótimo.


Após o enceramento do serviço de bordo, o sistema de entretenimento foi desligado, e os fones recolhidos cerca de meia hora antes de “aterrarmos” (estou “a falar” português demais rsrs). Finalmente ouvi, muito feliz, o comandante dizendo: ”Senhores passageiros, aqui fala o comandante. Dentro de alguns minutos vamos iniciar a descida para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves. Foi ótimo saber que estávamos prestes a aterrisar (já é brasileiro rsrs). Entramos na camada de nuvens e a aeronave começou a sacudir muito. Foi tanto sacolejo que uma das "quedas" arrancou de alguns passageiros gritos típicos de montanha russa.




Pela câmera externa frontal foi possível ver o Aeroporto de Confins aproximando-se na final da pista 16. Iniciando a contagem, 30, 20, 10 e touch down, estamos de volta ao Brasil. O Airbus demorou um pouco para parar, livrando no final da pista. Taxiamos pela Alfa até a paisagem dominada pelo vermelho e laranja de TAM e GOL.


Visão externa na final para pouso.


Depois de 8h45min de voo, o CS-TOK cortou os motores no portão 9 de Confins. O desembarque foi bastante ágil e as malas já estavam na esteira. Em seguida me dirigi ao setor de alfândega, no desembarque internacional. A sala é muito pequena, com apenas uma esteira de bagagem e dois balcões de inspeção de passaporte. A ala internacional de Confins precisa de uma ampliação urgente.



CS-TOK no gate em Confins.


Avaliação:

Reserva: Sem nota
Feita em Belo Horizonte na agência de turismo.

Check-in: Excelente
Rápido e sem complicações ou filas. Parabéns TAP!

Embarque: Razoável
A TAP fez o que pôde para agilizar, tanto no terminal quanto na aeronave, mas a demora do ônibus não ajudou.

Assento: Bom
De tecido cinza tem um espaço agradável espaço para as pernas. Poderia ter melhor reclinação.

Serviço dos comissários: Bom
Eficientes, mas faltou simpatia.

Entretenimento: Bom
Boa seleção de filmes, mas faltou o controle de tempo e o sistema AVOD (Audio and Video On Demand) que está presente nos A330 mais novos. A revista de bordo é boa e as câmeras externas são uma ótima idéia.

Refeições: Bom
Não posso dizer muito saborosas, mas estavam dentro do padrão. A primeira refeição poderia ter sido melhor, se comparada ao voo de ida. Em compensação o sanduíche estava delicioso.

Bebidas: Excelente
Excelente variedade.

Desembarque: Excelente
Rápido e sem complicações, malas já na esteira quando chegamos.

Pontualidade: Excelente
Saída com um pouco de atraso, mas chegada (uau!) 30 minutos antes do previsto!


Desde sua chegada em Belo Horizonte, o voo da TAP tem sido um grande sucesso, proporcionando grande facilidade aos passageiros com destino à Portugal e toda Europa. Apesar dos detalhes que podem ser melhorados, principalmente em Lisboa, a companhia está de parabéns pelos bons serviços.

Nicholas Nunes



© CNF ao vivo. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial.


< Voltar ao início

13 comentários:

Robert Jesus disse...

Nossa, PARABENS!!!! Otimo flight reportt, gostei muito!!! :)

CNF ao vivo! disse...

Nicholas, nós da equipe do CNF ao vivo agradecemos imensamente a colaboração com este excelente Flight Report. Muito obrigado e parabéns! Abraço!

ramon~bhz disse...

bacana!! convida a gente a voar tb!

Nicholas disse...

Só complementando sobre o CS-TOK
Ele é um ex-Austrian Airlines, com matrícula OE-LAP, número de série 317, com matrícula de testes F-WWYQ, voou pela primeira vez em 20/12/99 e foi entregado a austrian em 25/02/200 e à TAP em 26/09/07

Vinicius_Henrique disse...

Otimo Flight Report, parabens!
Como o Ramon disse, nos convide a voar tambem! E o maior sonho que tenho em minha vida...
Parabens, muito bom!

quoi disse...

Excelente flight report Nicholas. É bom por que a gente vai lendo e sentindo um pouco de todos os passos que envolvem uma viagem aérea, ainda mais aquela internacional.

Saudades da minha última viagem internacional, HOU-DFW-GRU-CNF. Ainda maior quando vc disse da emoção de estar chegando ao Brasil. Quando vi CNF ao longe depois de três meses lá nos EUA, nossa, foi uma emoção muito gostosa.

Parabéns.

Vinícius, logo logo vc voa, aí tenho certeza que se apaixonará de vez.

(AMOR NATO PELA AVIAÇÃO)

T6-D disse...

Gostaria de parabenizar ao pessoal do CNF ao Vivo pelo excelente Flight Report.

Rodrigo disse...

Muito bom mesmo, d++...parabéns ao CNF ao vivo e ao Nicholas Nunes!

Abraços

Vinicius_Henrique disse...

Hehe, pois e, "quoi"...
Mesmo eu ja ter entrado dentro de aviões, que infelizmente não eram comerciais, e não voando, sei que apos o primeiro voo realmente sera uma paixão eterna. A cada Flight Report que leio, me sinto emocionado, como se estivesse realmente la. Como disse, mesmo nunca tendo voado, ja e uma paixão inesplicavel que sinto pela aviação. Que Deus me dê essa oportunidade logo, rs.
Obrigado CNF ao vivo, por me proporcionar esses momentos incriveis de felicidade. Abraço a todos.

Igor Pereira Santorsula disse...

Mais um grande Flight Report, parabéns Nicholas e toda equipe CNF ao vivo!

Hugo Puntel disse...

Parabéns à equipe do CNF av vivo! Muito Bom!

Convair 990 disse...

Muito bom Flight Report, e foi muito bom saber que os A-330 da TAP tem câmera externa

Nicholas disse...

PS: só os A330 de prefixos TOE,TOF,TOG,TOH,TOI,TOJ e TOK tem câmera externa